Informe Gospel TV






Parceiros

Reflexão

Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia.
O Senhor dos Exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio.
Ele faz cessar as guerras até ao fim da terra; quebra o arco e corta a lança; queima os carros no fogo.
Aquietai-vos, e sabei que eu sou Deus; serei exaltado entre os gentios; serei exaltado sobre a terra.
O Senhor dos Exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio.

Salmos 46

Blog

POLÍTICA

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 26 Set

Em carta, Palocci diz que Lula encomendou propinas em reunião com Dilma e Gabrielli

Na mesma carta em que pediu desfiliação do PT (veja mais), o ex-ministro Antonio Palocci também afirmou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva encomendou sondas e propinas em uma reunião com Dilma e José Sérgio Gabrielli no Palácio da Alvorada. "Um dia, Dilma [Rousseff] e [Sérgio] Gabrielli dirão a perplexidade que tomou conta de nós após a fatídica reunião na biblioteca do Alvorada, onde Lula encomendou as sondas e as propinas, no mesmo tom, sem cerimônias, na cena mais chocante que presenciei do desmonte moral da mais expressiva liderança popular que o país construiu em toda nossa história", escreveu.

Na carta, Palocci ainda fez outras duras críticas ao PT e seus integrantes, questionando inclusive se eles faziam parte de um partido ou de uma seita. Em depoimento ao juiz federal Sérgio Moro, o ex-ministro já acusou Lula de manter um "pacto de sangue" com o empresário Emílio Odebrecht, o que incluía um pacote de R$300 milhões em propina para o PT.

Fonte: Bahia Notícias

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 01 Set

Lula diz que não chegou aonde chegou “sem o dedo de Deus”

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) continua sua peregrinação pelo Nordeste, numa tentativa de garantir atenção da mídia e continuar se defendendo dos indiciamentos da Lava Jato em discursos cheios de frases de efeito e ameaças a seus algozes.

Na noite desta quinta-feira (31), durante evento em Ouricuri, no sertão de Pernambuco, seu estado natal, afirmou que não teria chegado onde chegou “sem o dedo de Deus”.  Disse ainda que deseja voltar a governar o país por que “queria provar que sei cuidar deles [o povo]”.

Em franca campanha para 2018, ele defendeu o Nordeste, que parece ainda ser seu único esteio eleitoral. Também atacou “as elites”, pois, segundo ele, foram elas as responsáveis pelo impeachment da ex-presidente Dilma, que completou um ano.

Sem comentar o estado calamitoso que o PT deixou as contas públicas, repetiu vários slogans antigos de seu partido “As pessoas que são ricas não deram nenhuma importância e diziam que o Lula criou o Bolsa Família e que isso ia deixar todo mundo vagabundo”, disse.  “Eles derrubaram a Dilma porque o PT estava mostrando que o pobre não tem de morar na senzala.”

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 18 Ago

“Valores evangélicos são inegociáveis”, diz Malafaia a Alckmin e Doria

Nesta quinta-feira (17), durante a abertura da ExpoCristã, feira do mercado evangélico realizada em São Paulo, o pastor Silas Malafaia fez um sermão onde também falou sobre política: “Quem quiser fazer graça com o politicamente correto. Segue aí o seu caminho. Não vamos entrar nesta furada de jeito nenhum.”

Estavam presentes, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o prefeito da capital paulista, João Doria, ambos do PSDB e considerados futuros candidatos a presidente da República.

O líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo destacou que o maior problema, atualmente é a imposição da “ideologia de gênero”. Essas “noções são uma das maiores engenharias do diabo para destruir a família”, asseverou às dezenas de presentes no evento.

Conforma lembrou, evangélicos e católicos são, juntos, a maioria da população brasileira (80%). Portanto, não deveriam aceitar a ideia popularizada pela esquerda que masculino e feminino seriam construções sociais, e não biológicas.

Malafaia declarou-se a favor do “gênero humano”, por isso entende que essas ideias são “uma das maiores engenharias do diabo para destruir a família”. Lembrando da atuação da bancada evangélica na Câmara, disparou: “Como maioria num Estado de direito, vamos nos fazer prevalecer e isso é inegociável”.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 03 Ago

Feliciano justifica voto a favor de Temer: “Contra o PT”

O deputado-pastor Marco Feliciano (PSC-SP) justificou seu voto dado nesta quarta-feira (3) a favor do relatório apresentado para que o processo de denúncia contra o presidente da República Michel Temer fosse arquivado enquanto estivesse no poder.

Instigado pela repercussão negativa nas mídias sociais, em uma publicação feita em sua página no Facebook, Feliciano elencou nove motivos pelos quais foi contra o voto, aproveitando para dizer: “Chorem mais viúvas do PT”.

A primeira argumentação dada pelo político é que “a direita brasileira inexiste”. “Que coerência há em conservadores cederem ao PT, PCdoB e PSOL? Os petistas explicaram em seus votos ontem: Caia Temer pra que Lula volte!”, disse. Para ele, votar contra o presidente, seria votar a favor “da esquerda”.

“Não votei pelo arquivamento da denúncia! Está continua de pé e em 01/01/2019 o Michel Temer volta a ser cidadão comum e investigado será”, justifica o pastor.

 

Também falou de suas crenças caso Michel fosse afastado de seu cargo. “Acreditam que cessaria a balbúrdia da esquerda? Acordem! Sangrarão o país até voltarem!”, contou.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 31 Jul

Evangélico poderá ser vice de Bolsonaro em 2018

Uma das notícias políticas de maior impacto na última semana foi a decisão do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC/RJ) trocar sua atual legenda pelo “nanico” Partido Ecológico Nacional (PEN).

Segundo vários jornais, a filiação deve ser anunciada em breve. “É um noivado nota 10. Estamos, inclusive, estudando a mudança do nome do partido. Em poucos dias devemos selar esse casamento”, afirmou Bolsonaro.

Adilson Barbosa, presidente do PEN anunciou que, a exemplo de outras siglas, estudam mudar de nome. Em enquete no perfil oficial no Facebook, existem as opções PEN, Partido da Renovação da Ordem Nacional (PRONA) e Patriota.

“A gente já vinha estudando os ideiais e projetos dele [Bolsonaro], o potencial, e já estávamos pedindo a Deus que viesse para o PEN. Deus abençoou e ele veio”, comemorou Barbosa.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 27 Jul

Aprovação de Temer cai mais uma vez e chega a 5%; desaprovação ao governo passa de 80%

A aprovação do presidente Michel Temer caiu mais uma vez e chegou a 5%. Pesquisa divulgada nesta quinta-feira (27) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) em parceria com o Ibope mostra que o índice de rejeição ao presidente chegou a 70%. Para 21% o governo é regular e outros 3% não souberam avaliar ou não responderam.

Oitenta e três porcento desaprovam a maneira como o peemedebista governa, ante aprovação de 11% dos entrevistados.

O resultado é o pior já obtido pelo levantamento, de acordo com O Globo. O governo Temer tem acumulado quedas na aprovação. No último levantamento feito em 31 de março, 10% avaliaram o governo como ótimo ou bom; 31%, como regular; 55% ruim ou péssimo e 4% não responderam. Três meses antes, em dezembro de 2016, a aprovação de Michel Temer era 13%.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 18 Jul

Proposta prevê perda automática de cargo, de servidores corruptos

Atualmente se um servidor público, efetivo ou comissionado, é condenado por crime de corrupção ele só perde o cargo imediatamente se o juiz explicitar isto na sentença. O senador Cristovam Buarque (PPS-DF) apresentou um projeto e pretende tornar automática a perda da função pública do agente público condenado por corrupção. A proposta está na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) aguardando a designação de um relator.

O senador explica que o Código Penal estabelece, como efeito da condenação, a perda do cargo, função pública ou mandato eletivo, quando aplicada pena privativa de liberdade igual ou superior a um ano, nos crimes praticados com abuso de poder ou violação de dever para com a administração pública. Todavia, esse efeito não é automático, devendo ser explicitado na sentença.

Ainda segundo a justificativa apresentada por Cristovam, tal brecha na legislação permite que servidores públicos e agentes políticos sejam condenados por corrupção e não tenham decretada a perda do cargo e dos subsídios, já que o juiz que profere a sentença condenatória não é obrigado a declarar esse efeito da condenação. As informações são da Agência Câmara.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 13 Jul

Rui acusa Moro de parcialidade e “perseguição política” em condenação de Lula: “Sem provas”

Após a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na tarde desta quarta-feira (12), o governador Rui Costa se solidarizou pelo colega de legenda, afirmando que a decisão foi “uma condenação sem prova” e uma conspiração para impedir uma futura eleição de Lula para a presidência.

“Lamento a decisão tomada pelo juiz Sérgio Moro. No contexto em que foi proferida, me parece muito mais uma perseguição política que uma decisão baseada em fundamentos técnicos. É mais uma tentativa de impedir a volta de Lula à Presidência, um clamor popular que incomoda aqueles que estão usufruindo das benesses do poder”, afirmou Rui.

No entendimento do governador, a “decisão foi parcial e desrespeitosa contra um homem cuja história está ligada à luta dos trabalhadores, com uma trajetória política que ganhou destaque em nível mundial”.

Fonte: Metro1

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 26 Jun

Datafolha: Lula lidera com 30%; Marina e Bolsonaro empatam em segundo

O ex-presidente Lula (PT) segue liderando os cenários em pesquisa de intenções de voto realizada pelo Datafolha, com 29% a 30%, sendo seguido por Marina Silva (Rede) e Jair Bolsonaro (PSC). O último vem registrando alta nos levantamentos: tinha 8% em dezembro do ano passado, aumentou para 14% em abril e aparece com 16% (os três índices sempre quando o candidato do PSDB é o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin).

No cenário 1 de primeiro turno, Lula fica à frente com 30% das intenções de voto, seguido de Bolsonaro (16%) e Marina (15%). Alckmin vem em quarto, com 8%; Ciro Gomes (PDT) em quinto, com 5%. Luciana Genro (Psol); Eduardo Jorge (PV); e Ronaldo Caiado (DEM) estão empatados em sexto, com 2%. Brancos e nulos somam 18%, enquanto 2% não souberam ou não opinaram.

No cenário 2, com o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), substituindo Alckmin, Lula mantém os 30%, Marina e Bolsonaro fica empatado com 15% em segundo lugar e o tucano aparece em terceiro, com 10%. Ciro Gomes fica em quarto, com 6%, enquanto Luciana Genro, Eduardo Jorge e Caiado mantêm os 2% cada um.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 26 Jun

Brasil perdeu R$ 123 bilhões com esquemas de corrupção, diz Polícia Federal

No período de quatro anos a Polícia Federal deflagrou 2.056 operações contra organizações criminosas que provocaram prejuízos estimados em R$ 123 bilhões ao país. De acordo com informações do jornal Estadão, os números revelam que o maior rombo não é o apurado pela Lava Jato, mas o causado pelas fraudes nos fundos de pensão investigadas na Operação Greenfield, que alcançam R$ 53,8 bilhões, quatro vezes o valor de R$ 13,8 bilhões desviados pelo esquema que agiu na Petrobras.

Esta soma foi o resultado de uma conta feita por investigadores federais com base em valores de contratos fraudulentos, impostos sonegados, crimes financeiros e cibernéticos, verbas públicas desviadas e até mesmo danos ambientais causados por empresas, madeireiras e garimpos. Isso, mais o pagamento de propina a agentes públicos e políticos. Os dados são da Diretoria de Investigação e Combate ao Crime Organizado (Dicor), da PF.

Nos últimos três anos, este total foi crescendo ano a ano. Em 2014 foram R$ 6,8 bilhões, já em 2016 o número saltou para R$ 80 bilhões, um aumento de 1.068%. Os valores sequestrados ou recuperados com as operações também aumentaram a cada ano. Em 2013, a Dicor listou R$ 6 milhões. Já em 2014 – início da Lava Jato – esse número subiu para R$ 2,6 bilhões e, em 2016, chegou a R$ 12,4 bilhões.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 05 Jun

PSC tenta mudar imagem e escala umbandista em SP

O PSC (Partido Social Cristão) ficou conhecido no país por sua ligação com os evangélicos e a defesa de agendas conservadoras. Atual partido dos deputados Jair Bolsonaro (RJ) e pastor Marco Feliciano (SP), procura mudar sua imagem de olho em 2018.

Segundo a Folha de São Paulo, as lideranças mais jovens do PSC paulista querem “amenizar” a imagem da sigla e apostam na diversificação. “Somos abertos a todos aqueles que querem o melhor para o país. Podem ser gays, feministas, pessoas de outros partidos, espíritas. Não temos restrições”, afirmou Leandro Bomfim, presidente da Juventude do PSC de Guarulhos.

Felipe Tavares, outra liderança jovem da sigla diz que “O PSC independe de Feliciano e Bolsonaro, tem suas bandeiras e uma juventude muito forte. Temos o ser humano em primeiro lugar, baseado nos princípios bíblicos”.

Mas esses princípios foram deixados de lado quando o partido apostou na filiação de Maurima Geraldo Nunes, 50, mais conhecida como “Nega Furacão”. A supervisora de vendas é umbandista. No ano passado foi candidata a vereadora em Guarulhos e conseguiu 198 votos.

Embora esteja num partido com “cristão” no nome ela garante que foi bem recebida e que não há preconceitos. “Não temos vergonha de sermos nós mesmos”, afirma.

Fonte: GP

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 18 Mai

Vídeo: Profecia sobre a queda de Temer assusta o Brasil

O vídeo de uma profecia sobre a queda do presidente Michel Temer tomou as redes sociais nesta quinta feira. Ele foi gravado durante um momento de oração no dia 08 de Maio, por tanto, dez dias antes de Temer ser citado na delação dos donos da JBS.

Quem faz a profecia, é o pastor da Cidade Missionária, João Batista. De forma bastante clara, ele diz que Deu irá promover um grande abalo na presidência do Brasil.

Também alerta que na cadeira de Temer, será colocado um homem temente a Deus.

Veja vídeo:

Fonte: FG

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 13 Mai

Feliciano pode trocar de partido por vaga no Senado

Visando ser eleito senador nas próximas eleições, o deputado federal pastor Marco Feliciano (PSC/SP) estaria cogitando trocar de partido. De acordo com a Folha de São Paulo, e confirmado ao Gospel Prime, ele negocia com o PTB sobre uma possível filiação ao partido.

No ano que vem, São Paulo terá a disputa de duas cadeiras no Senado, atualmente ocupado por Marta Suplicy (PMDB) e Aloysio Nunes (PSDB), que atualmente é Ministro das Relações Exteriores.

Os trabalhistas tentam se aproveitar da insatisfação de Feliciano com Partido Social Cristão, que também pode perder o deputado Jair Bolsonaro, que já anunciou sua saída para disputar a presidência.

Ainda segundo o jornal, no domingo (7), Feliciano esteve na casa do deputado estadual Campos Machado, presidente do PTB de São Paulo, para uma conversa. Também estava presente o deputado estadual Cezinha da Madureira (DEM/SP).

Assim como Marco Feliciano, Cezinha é ligado à Assembleia de Deus Madureira, um dos maiores ramos evangélicos do país.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 13 Mai

Contrária à reforma, Deputada Evangélica não cogita retorno à Câmara para votar Previdência
Deputada federal licenciada, a atual secretária da Semps (Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza de Salvador), Tia Eron, evangélica (PRB) afirmou ao BNews que não cogita a possibilidade de retornar à Câmara para votar na Reforma da Previdência. Durante o evento de inauguração da Praça Miryam Fraga, na sexta-feira (12), no Itaigara o prefeito ACM Neto foi questionado se liberaria a titular da Semps, nomeada por ele, para votar na proposta do presidente Michel Temer, alvo de polêmica nas ruas e no Congresso. Na ocasião, Neto disse que liberaria a secretaria, caso fosse da vontade de Tia Eron. 
No mesmo dia, em contato com o BNews, a deputada licenciada praticamente descartou essa possibilidade. Ela afirmou que é contra à proposta apresentada pelo governo e se fosse votar, votaria contra, embora seja favorável a uma reforma da previdência. “Essa que está sendo proposta, sou contra”, disse.  Tia Eron afirmou ainda que não foi convocada para retornar à Brasília na votação e, retornar ou não, não seria um preocupação para a parlamentar. 
O PRB, partido presidido na Bahia por Tia Eron votou a favor da reforma, na votação do  parecer do relator Arthur Maia (PPS-BA) favorável às mudanças, na Comissão Especial da Câmara dos Deputados.
Fonte: Bocao News

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 18 Abr

Hidekazu Takayama foi eleito novo presidente da frente parlamentar evangélica

A bancada evangélica na Câmara está sob nova direção e ideologia de sempre. Sai o deputado-delegado João Campos (PRB-GO), entra o deputado-pastor Hidekazu Takayama (PSC-PR). Sua prioridade é clara: são 29 menções à família em uma hora de entrevista no gabinete do novo presidente de uma frente que conta com 188 deputados signatários (cerca de cem deles atuantes).

E não qualquer uma: aquela com homem e mulher, até porque onde já se viu "Adão casado com Evo, ou Eva com Ada", diz. "Se a Bíblia tivesse [esses casais], só teria os primeiros capítulos. Somos coerentes com as leis naturais."

O tema está aberto a discussões, vide os confrontos constantes com alas à esquerda no Congresso –em 2015, a deputada Érika Kokay (PT-DF) criticou o Estatuto da Família, que só reconhece a união entre sexos opostos, de "institucionalizar o preconceito", Takayama afirmou que "homem com homem não gera", e ela rebateu: "Não gera, mas cria".

"Por que defendemos o Estatuto da Família com unhas e dentes? Ninguém é dono da verdade, mas entendemos que, se você tivesse dois pais, não estaria aqui, estaria? 'Ah, mas [gays] podem adotar.' Ok, mas já se torna uma coisa não natural", Takayama afirma à Folha.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 17 Abr

Número de políticos ligados a igrejas deve crescer em 2018

O Brasil vem testemunhando uma série de denúncias de corrupção nos últimos anos, que resultaram na prisão de ex e atuais deputados, ministros e detentores de cargos públicos. A lista divulgada esta semana pelo STF (Supremo Tribunal Federal), em que o ministro Edson Fachin autoriza novas investigações gerou ainda mais certeza que os que ocupam cargos eletivos hoje em dia não serão reeleitos.

Isso deve se refletir na campanha de 2018, quando deverá aumentar o número de políticos ligados a igrejas, avaliam especialistas ouvidos pela BBC Brasil.

Fachin deu sinal verde e as investigações, no âmbito da Lava Jato, afetarão grande parte dos mais poderosos políticos e dirigentes partidários brasileiros. No total são cerca de duas centenas de pessoas, incluindo os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso, Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff.

Flávia Biroli, vice-diretora do Instituto de Ciência Política da UnB (Universidade de Brasília), acredita que “quando os partidos se enfraquecem e há uma percepção de que o sistema está corrompido, podem se fortalecer atores individuais que se dizem independentes do sistema”.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 20 Mar

Pesquisadores apontam que 7 x 1 na Copa do Mundo influenciou o impeachment de Dilma

A maior derrota da história da Seleção Brasileira pode ter tido um impacto além do futebol, chegando ao campo político em uma das disputas mais importantes pelo poder no Brasil.

Os economistas Carlos Carvalho, do Banco Central, e Eduardo Zilberman, defendem que a derrota por 7 x 1 contra a Alemanha na Copa do Mundo de 2014 influenciou no impeachment da presidente Dilma Rousseff, no ano passado.

De acordo com a Folha de S. Paulo, eles argumentam que os resultados negativos da economia foram potencializados pelo vexame em campo. "A nossa hipótese é que já existia uma insatisfação latente com o governo que o 7x1 fez aflorar, e o mercado financeiro percebeu isso", afirma Zilberman.Os economistas sustentam que o resultado da eleição presidencial em 2014 já foi mais apertado que o esperado por conta do 7 x 1.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 09 Fev

Moro nega a Lula suspensão de processo por morte de Marisa

O juiz federal Sérgio Moro, da Operação Lava Jato, em Curitiba, negou nesta quarta-feira (8), pedido de suspensão do processo contra o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva. Os advogados do petista protocolaram petição, em que solicitaram o adiamento das audiências de testemunhas de defesa, em decorrência da morte da ex-primeira-dama Marisa Letícia, na sexta-feira (3).

“Apesar de trágico e lamentável acontecimento, há diversas audiências já designadas, com dezenas de testemunhas, e para as quais foram realizadas dezenas de diligências por este Juízo e pelos diversos Juízos deprecados para a sua viabilização”, escreveu Moro, em despacho desta quarta, 8. “Assim, indefiro o requerido.”

Lula é réu nesse processo pelo recebimento de R$ 3,8 milhões em propinas da OAS, em forma de reforma e ampliação do tríplex no Edifício Solaris, no Guarujá (SP) – que a Lava Jato diz ser do ex-presidente, e ele nega – e no custeio do armazenamento de bens, em empresa especializada.

Fonte: Estadão Conteúdo

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 19 Dez

Crise faz Câmara trabalhar até na semana do Natal

A crise política e econômica fez os deputados adiarem o início das férias e programarem um desembarque em Brasília na semana do Natal. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), convocou sessões para esta segunda-feira (19) e terça-feira (20) para tentar concluir a pauta de votação, especialmente a do projeto que trata da renegociação da dívida dos Estados.

Apesar de formalmente o recesso começar somente no dia 23, havia um acordo entre os parlamentares para que o ano legislativo fosse encerrado já no último dia 15. O Senado, por exemplo, não vai realizar sessões esta semana.

A falta de consenso para votar o projeto que suspende por até três anos o pagamento de dívidas, porém, fez Maia marcar mais um pacote de sessões. O Rio, Estado de origem do presidente da Câmara, é um dos mais afetados pela crise fiscal. Maia passou o fim de semana fazendo apelo aos deputados para que compareçam – e já avisou que vai até mesmo descontar da folha salarial a falta de quem se ausentar.

O líder do governo na Câmara, deputado André Moura (PSC-SE), porém, disse achar difícil que se consiga quórum para a votação. Para aprovar a proposta, será necessário o voto de 257 deputados. 

Fonte: Agência Estado

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 21 Out

Cunha recorre ao Supremo para deixar prisão

A defesa do ex-presidente da Câmara dos Deputados federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ) entrou no Supremo Tribunal Federal (STF) com um pedido de liberdade no final da tarde desta sexta-feira (21). Os advogados alegam que o juiz federal Sérgio Moro, responsável pela prisão, descumpriu uma decisão da Corte.

Cunha está preso desde quarta-feira (19) na carceragem da Polícia Federal em Curitiba. De acordo com a Agência Brasil, na petição, os advogados afirmam que o Supremo já decidiu que Cunha não poderia ser preso pelos fatos investigados contra ele na Operação Lava Jato, ao entender que o ex-deputado deveria ser afastado da presidência da Câmara, em maio.

Para a defesa, os ministros decidiram substituir a prisão pelo afastamento. A prisão foi decretada na ação penal em que o deputado cassado é acusado de receber R$ 5 milhões, que foram depositados em contas não declaradas na Suíça. O valor seria oriundo de vantagens indevidas, obtidas com a compra de um campo de petróleo pela Petrobras em Benin, na África.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 22 Set

Veja como conferir número do título de eleitor e locais de votação

As eleições municipais será realizadas a menos de duas semanas e, para evitar surpresas, o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) recomenda que eleitores consultem os números de zonas e seções eleitorais. A consulta pode ser feita através do portal do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA).

No site do Regional, no menu principal, o eleitor deve seguir o seguinte caminho: Eleitor/Título e local de votação. Na página, será possível solicitar a consulta tanto por nome quanto pelo número do título.

O Tribunal lembra ainda que, conforme Calendário Eleitoral, o prazo para o cidadão requerer a 2ª via do título dentro do seu domicílio eleitoral termina na quinta-feira (22). O TRE-BA esclarece, no entanto, que o eleitor poderá votar utilizando apenas o documento oficial com foto.

O eleitor pode conferir também endereços dos locais de votação, números de seções e zonas eleitorais, além dos documentos necessários para votar através de um serviço de call center. Eleitores poderão entrar em contato pelo número (71) 3373-7000, opção um (1) ou nove (9).

Fonte: G1

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 01 Set

Malafaia chama discurso de Dilma de imbecil - Veja vídeo polêmico!

O pastor Silas Malafaia resolveu responder ao discurso de Dilma Rousseff, que ao ser impedida de continuar seu mandato, afirmou ser vítima de um golpe onde as suas propostas progressistas seriam substituídas por visões “reacionárias”, fazendo com que os mais pobres e as minorias perdessem também seus direitos. Exercendo sua cidadania, Malafaia resolveu se posicionar contra o discurso que ele caracterizou como “imbecil”.

O pastor assembleiano tentou esclarecer para a ex-presidente que ela perdeu o mandato por ter cometido crime de responsabilidade fiscal e não por conta dos defensores da família que se posicionaram contra suas propostas em relação ao movimento LGBT.

“Não vem com essa banca de honesta, não, porque tem denúncia na Lava Jato que suas campanhas têm dinheiro de corrupção. Tu tem moral para falar alguma coisa, Dilma?”, disse ele. Malafaia fez questão de frisar que foram os governos mais corruptos da história e que não há condições de falar em honestidade.

Ele ainda mostrou ao seu público que Dilma mostrou seu real discurso ao falar sobre homofobia e ideologia de gênero, temas abordados pela presidente afastada. “Graças a Deus que você tomou um impeachment. Chega!”, afirmou ele.

Veja vídeo:

Fonte: Verdade Gospel

Um comentário

Postado por: Welington Macedo / 27 Ago

Capitais têm 195 pastores disputando eleições

Com o notório fortalecimento político da Bancada Evangélica em Brasília, era esperado que crescesse o número de candidatos identificados com igrejas do segmento que cresceu 61% no país entre 2000 e 2010, segundo o IBGE.

A estratégia eleitoral de se usar títulos é antiga, sempre foi comum o uso de “professor”, e “doutor” ou ainda de patentes policiais. Porém, quando é um título eclesiástico logo surgem reclamações, geralmente lembrando que o Estado é laico.

Segundo levantamento da VEJA, nas eleições deste ano 250 candidatos aos cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador de todas as capitais brasileiras são identificados com uma posição em suas igrejas. São 195 “pastores”, 33 “missionários”, 14 “bispos”, sete “apóstolos” e um “presbítero”. A revista não divulgou quantos “padres” são candidatos.

A capital com maior número desse tipo de candidato é Belo Horizonte (MG), com 26 no total: 19 pastores, quatro missionárias e três bispos. Em segundo lugar está Manaus (AM), com 21. Salvador (BA), está em terceiro com 18, incluindo o candidato a prefeito com dois títulos: Pastor Sargento Isidório (PDT). Seu jingle de campanha diz: “o doido está buscando a paz, a união, drogas jamais”.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 01 Ago

PT não acredita na volta de Dilma à Presidência da República

O PT acredita cada vez menos na possibilidade de Dilma Rousseff voltar à Presidência da República. De acordo com o jornal O Globo, com a descrença, o partido tentar lutar mais para conter o desgaste provocado pela Operação Lava Jato do que se mobilizar para reverter votos em favor de Dilma no Senado.

Por outro lado, a avaliação é de que a petista se mostra mais preocupada em preservar sua biografia do que retomar o poder ou trabalhar pela sobrevivência política da legenda. Em entrevista à Rádio Educadora na última quarta-feira (27), a presidente afastada transferiu para o partido a responsabilidade por pagamentos ilegais ao marqueteiro João Santana, que, em depoimento ao juiz Sérgio Moro, afirmou ter recebido do PT recursos de caixa dois no exterior, relativos a pagamentos pela campanha de Dilma.

Já o ex-presidente Lula, réu em ação na Lava Jato por suspeita de tentar obstruir a Justiça, busca reconstruir sua própria imagem e defender seu legado. Para isso, tem viajado pelo país no que chama de “Caravana Popular em Defesa da Democracia”.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 22 Jul

Salvador: Pastor Sargento Isidório seguirá apenas com Pros

Uma vez que o PR oficializou o apoio ao PP nas eleições municipais, o pré-candidato à prefeitura de Salvador, deputado estadual Pastor Sargento Isidório (PDT), deve sair na disputa de mãos dadas apenas com o Pros. 

Entretanto, na avaliação do presidente estadual do PDT, deputado federal Félix Mendonça Jr., a chapa não deverá ter problemas apesar de estar enxuta. “Os candidatos a vereadores acharam bom, inclusive. A situação ficou bem melhor para eles”, declarou. 

Os pedetistas também negociaram com o PSL, mas as conversas com o presidente municipal do partido, José Trindade, não deram resultado, e continuarão assim caso o governador Rui Costa (PT) não interfira. Houve ainda diálogos com o PTN, que também optou por aderir à pré-candidatura de Cláudio Silva (PP).

Conforme informou a Tribuna na última quarta, alguns dos partidos que compõem a base da gestão estadual se reuniram com Rui para tratar das eleições. Isidório esteve no encontro de representantes do PP, PTN e PR. Um dos objetivos do encontro era empreender uma última tentativa de construir uma união partidária, mas nem PP, nem PDT aceitaram abrir mão de suas respectivas candidaturas. Isidório, inclusive, chegou a declarar que gostaria de ter Cláudio Silva como seu vice. 

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 17 Jul

Pastores ajudaram a eleger Maia como novo presidente da Câmara

Apesar de não ser evangélico, o deputado federal Rodrigo Maia (DEM/RJ) teve apoio dos pastores Silas Malafaia, R.R. Soares e Valdemiro Santiago para sua eleição à presidência da Câmara no último dia 14, com um total de 285 votos.

Durante um evento do seu partido no Rio de Janeiro neste sábado (16), o ex-prefeito Cesar Maia, pai do deputado, agradeceu aos três pastores. Ao falar sobre o papel do filho, que na prática tornou-se vice-presidente da República, enfatizou que “lideranças como R.R. Soares, Malafaia e Valdemiro são o próprio partido na base da sociedade, na própria política”.

Eleito vereador no Rio pelos Democratas, Cesar elogiou a “habilidade e talento” de Rodrigo, comemorou o fato dele ter “lastro, tinha base social”. Explicou ainda: “Nós do DEM, um partido conservador, temos valores cristãos. Esses valores facilitaram a proximidade deles”.

Ao receber o microfone, o novo presidente da Câmara, que também é presidente nacional do DEM, agradeceu “a torcida e as orações” de seus aliados. “Minhas votações têm sido na linha do voto conservador. Tenho essa convicção. Mas sou presidente de todos e pretendo chegar ao consenso”, sublinhou.

À imprensa, Rodrigo Maia tem afirmado que a prioridade de seu mandato será a agenda econômica. Questionado sobre as questões conservadoras, explicou que elas ficarão “em segundo plano”. “Vou deixar os temas que geram mais divisão e mais problemas para um segundo momento”, afirmou em entrevista. Essa pode ser uma maneira dele marcar um distanciamento da gestão de Eduardo Cunha (PMDB/RJ), mas também uma maneira de acalmar os paridos de esquerda que o apoiaram.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 14 Jun

Evangélicos decidem cassação de Cunha

O Conselho de Ética da Câmara decidiu, nesta terça-feira (14), por 11 votos a 9 cassar o mandato do deputado Eduardo Cunha (PMDB/RJ). O processo vinha em tramitação desde outubro do ano passado. Trata-se do processo mais longo da história da comissão de ética da Câmara.

Ao contrário do que se especulava, os membros da bancada evangélica Marcos Rogério (DEM/RO) e Tia Eron (PRB/BA) não ficaram ao lado de Cunha, que também participava da Frente Parlamentar Evangélica.

Rogério, como relator, pediu a cassação e a Comissão estava dividida. Eron acabou dando o voto decisivo. O andamento do processo dividiu opiniões por conta da atuação decisiva de Cunha para que o pedido de impeachment fosse aceito e votado. Durante a votação de hoje, parlamentares levantaram cartazes que pediam “Fora, Cunha”, afirmando também que essa é “vitória da pressão popular”.

Encerrada essa fase, o pedido irá para votação em plenário, onde precisa ser aprovado em plenário por, no mínimo 257 dos 513 deputados. Contudo, existe a possibilidade de a defesa do presidente afastado da Câmara recorrer à Comissão de Constituição e Justiça, inquirindo sobre eventuais falhas na tramitação do caso.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 09 Jun

Malafaia pede prisão de petistas

Como tem sido frequente nos últimos meses, o pastor Silas Malafaia gravou um vídeo para comentar os últimos acontecimentos da política nacional. Em pouco mais de três minutos ele enviou uma mensagem ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Conforme foi amplamente divulgado pela imprensa, Janot encaminhou ao Supremo Tribunal Federal (STF) o pedido de prisão do presidente do Senado, Renan Calheiros, do senador e ex-ministro de Temer, Romero Jucá, do ex-presidente da República José Sarney, e do presidente da Câmara afastado, Eduardo Cunha, todos do PMDB.

O caso está com o ministro do Supremo Teori Zavascki, relator da Lava Jato no STF. Ele deve levar ao pleno do Supremo. Segundo o que foi “vazado”, a justificativa das prisões é a tentativa desses políticos em obstruir as investigações da Lava Jato. O caso veio a público após a divulgação de gravações feitas pelo ex-presidente da Transpetro, Sergio Machado.

Para Malafaia, a lista de pedidos de prisão deveria incluir mais nomes: Dilma, Lula, Edinho Silva, Aloísio Mercadante, Gleisi Hoffmann, Humberto Costa e Lindbergh Farias – todos do PT.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 02 Jun

Evangélica, Secretária de Mulheres é contra o aborto

A Secretária de Políticas para as Mulheres, Fátima Pelaes, precisou emitir uma nota para desqualificar as afirmações de que ela seria contra o aborto até mesmo em caso de estupro. Fátima, que é evangélica, foi deputada federal por quatro mandatos e chegou a se pronunciar sobre o tema.

Dando exemplo de sua própria vida, Fátima afirmou na Câmara que era contra o aborto, pois esta poderia ter sido a escolha de sua mãe que engravidou dela quando estava presa. “Hoje estou aqui podendo dizer e defender que a vida começa na hora da concepção sim. Se há tempos atrás tivesse feito isso (aborto) não estaria aqui hoje”, defendeu.

Mas por ocupar um cargo anteriormente ocupado por abortistas, Fátima foi bastante criticada pela imprensa por conta da repercussão do caso do estupro coletivo ocorrido no Rio de Janeiro na semana passada.

Os meios de comunicação tentam usar as falas de Fátima em uma Comissão da Câmara dos Deputados para insinuar que, por conta de sua religião, a nova secretária poderia impedir que meninas como a adolescente do Rio de Janeiro interrompessem uma gestação vítima de um abuso sexual.

Em nota, a secretária afirmou que o aborto, segundo a lei brasileira, pode ser praticado em casos de estupro e que ela não irá se opor ao que já está garantido. “A mulher vítima de estupro que optar pela interrupção da gravidez deve ter total apoio do Estado, direito hoje já garantido por lei”, diz.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 31 Mai

Jornal usa Silas Malafaia como símbolo da “nova e poderosa força” evangélica na política

O pastor Silas Malafaia foi figura de uma reportagem internacional que abordou o cenário da crise política no país e o protagonismo exercido pelos evangélicos na condução política para a consolidação do governo de Michel Temer (PMDB) à frente da presidência da República.

O jornal Washington Post, um dos principais dos Estados Unidos, considerou que os “cristãos evangélicos passaram de margem política para o centro”, formando uma “nova e poderosa força”.

A boataria em torno do presidente interino de que ele seria um satanista foi destacada pelo jornal, que pontuou que “as origens dessa falsidade não são claras”, embora Temer, 75 anos de idade, seja “um cristão de ascendência libanesa maronita”.

“Tais rumores infligiram danos suficientes para que Temer se virasse para pastores evangélicos proeminentes pedindo ajuda. Eles o encorajaram a fazer um vídeo apelando para o apoio dos evangélicos”, noticiou o jornal. “‘Ele fez um belo vídeo’, disse o pastor Marco Feliciano, um congressista e líder pentecostal, que apareceu ao seu lado na gravação. ‘Ele pediu a igreja para orar por ele’, disse. As orações e pactos com pastores como Feliciano, forneceram o apoio tão necessário para Temer, dando uma influência sem precedentes ao crescente movimento evangélico, enquanto o Brasil passa por sua maior agitação política em décadas”, acrescentou o diário norte-americano, destacando que dois evangélicos ocupam a titularidade dos ministérios do Comércio Exterior e do Trabalho.