Informe Gospel TV






Parceiros

Reflexão

Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia.
O Senhor dos Exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio.
Ele faz cessar as guerras até ao fim da terra; quebra o arco e corta a lança; queima os carros no fogo.
Aquietai-vos, e sabei que eu sou Deus; serei exaltado entre os gentios; serei exaltado sobre a terra.
O Senhor dos Exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio.

Salmos 46

Blog

Polêmica

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 24 Mai

Greve dos caminhoneiros faz Tribunal da Lava Jato suspender expediente

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), que julga processos da Operação Lava Jato, informou que não haverá expediente nesta sexta-feira, 25, por causa da grande greve dos caminhoneiros que se alastra por todo o País. Os prazos processuais que vencem nesta sexta serão transferidos para o próximo dia útil, segunda, 28. O presidente da Corte, desembargador federal Thompson Flores, publicou no final da tarde a Portaria nº 538/2018, informando as alterações. Segundo o TRF-4, os pedidos de natureza urgente, que "impliquem perecimento de direito", serão apreciados em regime de plantão.

Caminhoneiros autônomos fazem uma paralisação em todo o País desde segunda-feira, 21, contra os aumentos seguidos nos preços do diesel. A categoria pede que uma série de reivindicações apresentadas ao governo federal sejam atendidas.

Por causa dos reajustes diários no diesel, os caminhoneiros dizem estar no limite dos custos. Nos últimos 12 meses, o preço do combustível na bomba subiu 15,9%, valor bem acima da inflação acumulada em 12 meses, em 2,76%, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O aumento é resultado da nova política de preços da Petrobrás, que repassa para os combustíveis a variação da cotação do petróleo no mercado internacional, para cima ou para baixo.

BN

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 23 Mai

Padres pedem perdão pela “missa por Lula livre” em Aparecida

Após a missa das 15 horas realizada neste domingo (20) na Basílica de Nossa Senhora Aparecida, ter sido utilizada como símbolo da romaria dos militantes do PT, convocada pela senadora Gleisi Hoffmann, a liderança do maior templo católico do país, pediu perdão.

Com palavras de ordem pedindo a libertação do ex-presidente e uma oração em favor de sua libertação, a celebração do Pentecostes recebeu duras críticas por parte dos fiéis nas redes sociais, que chamavam de “missa por Lula Livre”. Havia uma campanha, inclusive, para que as pessoas ligassem para o santuário e registrassem sua insatisfação e dessem nota baixa na página oficial do Santuário no Facebook.

A ligação do Partido dos Trabalhadores com movimentos dentro da Igreja Católica é bastante antiga e bem conhecida. Porém, o pedido público de “verdadeira justiça” e para que Lula retomasse o poder no país entram em conflito com a campanha pela “ética na política” que vem sendo promovida pela Igreja. Afinal, o líder petista foi condenado em duas instâncias por corrupção e deverá cumprir uma pena de 12 anos.

Através de seu perfil oficial nas redes sociais, nesta quarta-feira, finalmente foi dada uma resposta. Em “Nota de Reparação”, assinada pelo Arcebispo Dom Orlando Brandes, e pelos padres João Batista de Almeida e José Inácio de Medeiros, os religiosos pedem perdão aos fiéis e manifestam seu “profundo pesar” pelo ocorrido.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 22 Mai

Fábio de Melo se junta a Kleber Lucas para apoiar centro de religião afro

O padre Fábio de Melo procurou um dos mais importantes líderes religiosos afro-brasileiros, o babalaô Ivanir dos Santos, para se desculpar. No mês passado, viralizou um vídeo onde o católico falava que os cristãos não deviam ter medo de “macumba”, pois o poder de Deus era maior.

Acabou sendo notificado extrajudicialmente pelo advogado Ricardo Brajterman, em nome do babalaô. Acusado de intolerância religiosa após O Globo ter dado grande repercussão ao caso, o padre acabou recuando.

“Que bom que eu pude errar em um momento em que eu posso aprender. É muito desagradável a gente desmerecer quem quer que seja. Tenho pavor de me sentir melhor do que outra pessoa. Tenho o direito de acreditar de forma completamente diferente, mas não o de escarnecer do que para outra pessoa é sagrado”, afirmou.

Fábio de Melo e Ivanir dos Santos juntaram-se a Kleber Lucas, cantor e pastor da Igreja Batista Soul, na manhã deste domingo (2) no Rio de Janeiro para uma visita ao Centro Espírita Caboclo Pena Branca, em Nova Iguaçu, que foi invadido e vandalizado recentemente.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 22 Mai

Novela da Globo mostra família evangélica com filhas lésbica e prostituta

A novela Segundo Sol desde que estreou, na última segunda-feira (14), vem registrando índices abaixo de sua antecessora “O Outro Lado do Paraíso”. O folhetim de João Emanuel Carneiro, que se passa na Bahia, terá muitas cenas falando da influência dos orixás. Ao mesmo tempo, tenta desconstruir a imagem comum da família evangélica, mostrando que duas filhas “perdidas”.

O casal formado por Roberto Bonfim (Agenor) e Kelzy Ecard (Nice) vivem às turras, sendo ele um marido abusivo, que trata a mulher como empregada. Além disso, eles são os pais de Rosa (Letícia Colin) e Maura (Nanda Costa).

De acordo com o TV Foco, cada uma das filhas esconde um segredo que posteriormente na trama gerarão um grande “choque”. A mais velha, Maura, terá um relacionamento lésbico com Selma (Carol Fazu), que é casada com um homem.

Sua irmã, Rosa, é prostituta, mas esconde a profissão, dizendo ser telefonista em um call center, quando na verdade trabalha em um site de leilões sexuais.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 12 Mai

Maior país islâmico do mundo protesta contra inauguração de embaixadas em Jerusalém

Com 200 milhões de habitantes, a Indonésia é o maior país islâmico do mundo. Nesta sexta-feira (11), dia sagrado para os muçulmanos, milhares de indonésios saíram às ruas para manifestações contra o reconhecimento do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de Jerusalém como a capital de Israel.

Eles também reclamavam da inauguração das embaixadas, previstas para começarem na semana que vem.
Diante do monumento nacional da capital Jacarta, os manifestantes exibiam bandeiras da Palestina e gritavam palavras de ordem. Além do Allahu Akbar [allah é maior], declaração de fé que é comumente usada por jihadistas, eles pediam que Allah salvasse al Quds – nome árabe para Jerusalém – das mãos de Trump.

Na próxima segunda-feira (14), data do calendário ocidental que marca os 70 anos do ressurgimento e Israel como nação, os EUA irão transferir sua embaixada de Tel Aviv para Jerusalém, cerca de cinco meses após o reconhecê-la oficialmente como a capital de Israel. Na mesma semana, estão previstas as inaugurações das embaixadas da Guatemala.

Honduras, Paraguai, República Tcheca e Romênia também anunciaram a mudança, mas não definiram as datas oficiais.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 05 Mai

Trump é criticado por dizer que “a fé é mais poderosa que o governo”

Depois que o presidente Donald Trump comemorou o Dia Nacional de Oração na Casa Branca nesta quinta-feira (3), ele assinou uma ordem executiva, criando uma “inciativa de fé”, que seria um programa federal visando estimular as atividades de grupos religiosos.

Em seu discurso no evento, Trump fez várias declarações, mas a frase “A fé é mais poderosa que o governo e nada é mais poderoso que Deus” não caiu bem para seus opositores. Para alguns políticos, a frase seria uma admissão de que o governo do republicano é “fraco”.

Ao mesmo tempo, parte da mídia americana alega que o presidente está violando a separação entre Igreja e Estado. Curiosamente, os mesmos meios de comunicação no passado elogiavam Barack Obama toda fez que ele pedia mais “tolerância” para com os muçulmanos e destinou milhões de dólares para programas “humanitários” em países do Oriente Médio, sem que houvesse qualquer fiscalização de como esses fundos eram utilizados.

A ordem executiva de Trump dá força para “aqueles que trabalham na promoção de programas comunitários, oferecendo soluções mais efetivas para a pobreza e cobrindo quaisquer falhas do poder executivo em garantir a proteção à liberdade religiosa”.

Em entrevista à rede CBN, o vice-presidente Mike Pence explicou que a ideia é garantir que o governo federal seja “parceiro” de grupos religiosos em vários programas.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 01 Mai

Vamos banir as armas”, pede Francisco em tuíte polêmico

O papa Francisco sugeriu neste domingo (29), pelo Twitter, a proibição das armas como solução para que o mundo não precise viver “com medo da guerra”.

A mensagem do pontífice foi replicada em nove línguas, em todas as contas oficiais na rede social. O pedido veio hoje por ser o “Dia das vítimas da guerra química”, pois nessa data passou a vigorar, em 1997, a Convenção sobre armas químicas (CAC) que proibiu o seu uso e produção.

As repostas dadas ao argentino pelo microblog foram variadas, sendo muitas delas provocativas.  “Naquele tempo não havia nem mesmo um único ferreiro em todo o território israelita, porquanto os filisteus haviam proibido os hebreus de fazer espadas e lanças. (1 Samuel 13: 19-20)”, escreveu Bené Barbosa, um católico famoso por sua luta contra o desarmamento. O comentário teve mais de 1100 curtidas.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 11 Abr

Trump critica Irã e Rússia por apoio à Síria e promete “resposta dura”

Durante o final de semana surgiram relatos de um novo ataque químico na Síria, desta vez em Douma, periferia da capital Damasco, onde morreram cerca de 150 pessoas, incluindo mulheres e crianças.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, usou o Twitter na tarde de domingo para enviar mensagens claras aos apoiadores do regime de Bashar al Assad.

“Muitos mortos, incluindo mulheres e crianças. Ataque QUÍMICO na Síria. A área visada está cercada pelo exército sírio, completamente inacessível ao mundo. O presidente Putin, a Rússia e o Irã são responsáveis por apoiarem o Animal Assad. Preço muito alto a ser pago”, afirmou ele no primeiro tweet.

Em seguida, publicou: “Abram imediatamente a área para ajuda médica e verificação. Outro desastre humanitário sem qualquer razão. DOENTIO! Se o presidente Obama tivesse ultrapassado a linha vermelha na areia conforme prometeu o desastre sírio teria acabado há muito! O Animal Assad já seria passado”.

A condenação de Irã e Rússia, responsáveis pela sustentação militar do governo sírio, dá sinais claros que a tensão no país irá aumentar nos próximos dias. Na reunião de cúpula na semana passada, Moscou e Teerã davam indícios que já se preparavam para isso.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 08 Abr

Psicóloga cristã afirma que empoderamento feminino “causa solidão nas mulheres”

A psicóloga cristã Ana Flávia Galante alertou sobre os riscos do chamado empoderamento feminino, assunto tão discutido hoje por grupos militantes. Ela afirma isto pode prejudicar não apenas relacionamentos, mas também a sociedade como um todo.

“Nós estamos vivendo um tempo onde precisamos entender o poder e empoderamento vem de poder. E que poder é esse? É o poder de disputa de força ou é da possibilidade? Se a gente estiver falando de empoderamento feminino, sobre as possibilidades da mulher, ótimo. Excelente”, inicia a psicóloga.

“Mas, quando a gente entra no campo do poder de força, nós estamos falando de disputa, de uma competição onde um ganha e o outro perde. Então entendo que esse patrulhamento tem a ver com o clima de disputa. Se um lado começa a ganhar mais força, o outro corre riscos”, colocou.

“O homem e a mulher traz historicamente essa disputa de forças que não precisaria assistir.

Há poucos anos o patriarcalismo era muito forte e a mulher ficava dentro de casa, precisando do aval do marido para fazer qualquer coisa. Então essa disputa pende para o lado do homem. O poder estava do lado do homem e aí vem todo o movimento feminista para trazer esse pêndulo para o outro lado”, ressalta.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 03 Abr

YouTube apaga canais cristãos e gera revolta

O ministério evangélico TruNews foi notificado nesta segunda-feira (2) pelos YouTube que seu canal de notícias cristãs estava “permanentemente banido” da rede social de vídeos.

A gigante de tecnologia Google, dona do Youtube decidiu encerrar a conta da TruNews, que fazia um programa do estilo telejornal, com uma perspectiva cristã dos fatos mais relevantes. O YouTube enviou o comunicado que o TruNews – corruptela para “notícias de verdade” em inglês – por causa de um programa onde foi debatido o Genocídio Armênio nas mãos dos islâmicos na Turquia.

O pastor Rick Wiles, responsável pelo ministério que produz o programa, criticou a postura do YouTube, chamando-os de “os novos tiranos da tecnologia”. Ele afirmou que está evidente que “estão tão desesperados para silenciar cristãos e conservadores que estão expondo o que a [grande]”. O assunto gerou revolta nas redes sociais, conforme noticiou a revista Charisma. Há uma preocupação crescente de que, em breve, todos que se manifestem contra a agenda do “politicamente correto” seja banido.

Segundo Wiles, “Os esquerdistas da geração ‘floco de neve’ estão furiosos porque a maioria das pessoas não quer mais escutar sua propaganda marxista idiota”.

O pastor e jornalista conta que vem de uma família que enfrentou severa da perseguição religiosa na Alemanha em 1700 por que desejavam adorar a Deus em liberdade. “Meus ancestrais não foram silenciados, e eu não serei silenciado pelo YouTube. Toda geração tem seus tiranos. Nós temos tiranos da tecnologia”, afirmou o líder religioso, ao explicar que está buscando outras plataformas onde poderá apresentar seus programas.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 31 Mar

Vaticano desmente que papa tenha negado existência do inferno

O jornalista italiano Eugenio Scalfari, do jornal ‘La Repubblica’, teve um encontro recente com o papa Francisco. Na matéria publicada em 28 de março, Scalfari assegurou que ouviu do papa que as pessoas que se arrependem “obtêm o perdão de Deus” enquanto as que não se arrependem “desaparecem”. O pontífice também teria dito: “Não existe um inferno, existe o desaparecimento das almas pecaminosas”.

Obviamente a questão levantou grandes polêmicas. Nesta quinta-feira (29), a Sala de Imprensa da Santa Sé negou as declarações, alegando que o jornalista fez uma “reconstrução” de uma reunião privada e que não se trata de “palavras textuais”. Sendo assim, “nenhuma citação do artigo mencionado deve ser considerada como uma transcrição fiel das palavras do Santo Padre”.

Como não há gravação que comprove tal declaração, Scalfari se justificou dizendo: “tento entender a pessoa que estou entrevistando, para depois escrever suas respostas com minhas próprias palavras”.

Esta foi, no mínimo, a terceira vez em que o Vaticano nega algo publicado por Scalfari sobre o papa, incluindo uma de 2014 no qual o jornalista disse que o líder católico havia abolido o pecado.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 26 Mar

Pastor é preso por chamar homossexualidade de “pecado” em pregação na rua

Um pastor canadense estava em viagem missionária a Londres, Inglaterra. Na terça-feira passada (20), pregava nas ruas da cidade até ser interrompido por policiais. Uma lésbica o ouviu chamar a homossexualidade de “pecado” e, sentindo-se ofendida, deu queixa por “homofobia”.

Mesmo sem acusação formal, os policiais pediram que David Lynn parasse. Ele se recusou e começou a reforçar o que havia dito até aquele momento, clamando que as pessoas (incluindo os homossexuais) se arrependessem de seus pecados.

O pastor Lynn nega que ele tenha ofendido a mulher, mas insistiu que apenas pregava a salvação através de um relacionamento correto com Jesus. Diante de sua recusa de parar a pregação, foi preso e conduzido até a delegacia próxima à estação Barking, do metrô.

Todo o episódio foi filmado por cristãos da igreja local que havia convidado Lynn. O pastor ficou preso durante 20 horas.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 26 Mar

Milhares de cristãos marcham contra “ideologia de gênero” na Croácia

Milhares de conservadores foram às ruas da Croácia para protestarem contra a adesão do país à Convenção de Istambul, acordo pan-europeu que defende uma agenda pró-LGBT. Originalmente criada para “prevenção da violência contra as mulheres”, a versão mais recente do tratado defende gênero como “construção social”, pede a legalização dos casamentos gays e a garantia de direitos a pessoas transexuais.

Os manifestantes fizeram orações e cantaram canções patrióticas. A maior marcha ocorreu neste sábado (24), na capital Zagreb. Promovida pela oposição conservadora da Croácia e a Igreja Católica, eles pedem que o Parlamento croata não ratifique o acordo que já foi assinado por 44 países.

As faixas e cartazes em defesa dos “valores cristãos” e da “família tradicional”, foram classificados pela imprensa como discurso de “extrema-direita”, ainda que o país seja predominantemente católico.

No início desta semana, o governo da Croácia anunciou a adoção dos documentos da Convenção. No mês passado, esse mesmo tratado foi rejeitado por Bulgária e Eslováquia, por objeções similares sobre a imposição da ideologia de gênero.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 14 Mar

Marco Feliciano pode voltar a presidir Comissão de Direitos Humanos e Minorias

Durante o seu primeiro mandato, o deputado federal Marco Feliciano ganhou projeção nacional ao assumir a presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara dos Deputados.

Antes conhecido somente no meio evangélico, tornou-se notícia em todo o país por causa de seu enfrentamento com a militância do movimento LGBT. Além de perseguições que sofreu dentro do Parlamento, por parte dos deputados de esquerda, Feliciano viu manifestantes invadirem cultos onde ele pregava, e chegaram a ameaçar a vida de seus familiares.

Com o apoio do Podemos, seu novo partido, Feliciano deverá voltar à CDHM no mês que vem, quando ocorrerá a nova formação das comissões no Congresso. A principal vantagem do pastor é que ele pertence ao bloco com 8 membros formado por vários partidos (PMDB/PP/PTB/DEM/PRB/SD/PSC/PHS/PODE/PMN/PRP/PSDC/PEN/PRTB).

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 06 Mar

Médico alerta para que cristãos não “espiritualizem” a depressão e recomenda tratamento

O médico Rodrigo Assunção, já conhecido no Youtube pela publicação de vídeos onde comenta aspectos da saúde mental humana associados à vida religiosa, publicou recentemente outro vídeo onde fala sobre um tema cada vez mais comum, também, entre os cristãos, que é a depressão.

“Tenho percebido também que a depressão não tem atingido somente os membros da igreja, mas também vários líderes têm sido acometidos por ela. A doença não tem processo seletivo, ou seja, não escolhe posição social, hierarquia ou tipo de atividade que a pessoa executa”, disse Rodrigo em uma matéria escrita para o Gospel Geral.

O médico frisou que a depressão é um “distúrbio afetivo” e disse ser imprescindível o acompanhamento médico para o diagnóstico e tratamento adequado. Ainda segundo Rodrigo, medicamentos antidepressivos “não viciam”:

“A depressão é um distúrbio afetivo que acompanha a humanidade ao longo de sua história. No sentido patológico, há presença de tristeza, pessimismo, baixa autoestima que aparecem com frequência e podem combinar-se entre si. É imprescindível o acompanhamento médico tanto para o diagnóstico quanto para o tratamento adequado, apenas lembrando, as medicações antidepressivas não viciam”, disse ele.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 16 Fev

Israel vai retirar minas terrestres do lugar onde Jesus foi batizado

O Ministério da Defesa de Israel anunciou que vai retomar o projeto para retirada das minas terrestres ao longo do rio Jordão. A iniciativa é da ONG HALO Trust internacional, que prevê o início das atividades em abril

Um local muito antigo, perto de Jericó, onde os cristãos acreditam que Jesus foi batizado, estava virtualmente abandonado por causa das minas colocadas na região na guerra de 1967.

Conhecido por Qasr al-Yahud, o lugar é usado pelos ortodoxos para batismos. Fica bem distante de Yardenit, situado ao lado do Mar da Galileia, comumente usado por católicos e evangélicos para esse tipo de cerimônias.

Dentro do complexo, na fronteira com a Jordânia, estão sete igrejas, além de capelas e mosteiros, cada uma pertencente a um ramo diferente do cristianismo. Durante décadas, essas igrejas ficaram isoladas, com suas paredes marcadas por balas, e acabaram sendo abandonadas.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 13 Fev

Perto de trios, evangélicos festejam e defendem “pluralidade” em Salvador

A 19ª edição da “Festa Espiritual” reuniu cerca de 200 evangélicos no finalzinho do Circuito Barra-Ondina, em Salvador, Bahia. Ali, durante os dias de Carnaval, eles disputam espaço com trios, blocos, carretas e foliões eufóricos

O evento reúne fiéis do Brasil e de outros países da América Latina em uma tenda visando transmitir, explicam, a mensagem de “um contraponto”.  Ao invés de músicas de cunho apelativo, são ouvidas canções gospel. Também há momentos para oração e reflexão.

O pastor Elson de Souza, 54 anos, da Igreja Batista responsável pela tenda original, revela que a ideia de ir para perto dos foliões como uma alternativa durante o Carnaval de Salvador surgiu de “maneira simples e despretensiosa”.

“Depois entendemos que deveríamos convidar outras igrejas. Todos foram se juntando e hoje são dezenas delas”, explica o líder religioso.  “A gente fez esse contraponto porque o Carnaval tem muito essa coisa do físico. O Espiritual não despreza o físico, mas o espiritual se coloca à disposição de algo muito maior, de algo que transcende o externo”, elabora.

Para ele, “O Carnaval de Salvador tem essa pluralidade, e a gente respeita as opções, mas temos uma mensagem, e temos sido respeitados também. A aceitação tem sido muito rica e interessante”.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 12 Fev

“Não convém” aos evangélicos participarem do Carnaval, defende Silas Malafaia

Ao invés de seus já tradicionais vídeos, o pastor Silas Malafaia resolveu abordar a questão dos evangélicos participarem do Carnaval, em um texto em sua página.

Conforme o líder do Ministério Vitória em Cristo, cuja sede fica no Rio de Janeiro, a origem do Carnaval está relacionada com festas agrárias da antiguidade. Mas lembra que ela sempre teve um aspecto espiritual: “Alguns atribuem seu surgimento aos cultos de agradecimento aos deuses pela fertilidade do solo e pela colheita, realizados na Grécia durante o século 7 a.C. A festividade incluía orgias sexuais e bebidas, e os foliões usavam máscaras e disfarces simbolizando a inexistência de classes sociais”.

Traçando uma breve história do Carnaval, o pastor lembrou que as festividades “estão ligadas às festas pagãs romanas, marcadas pela licenciosidade sexual, bebedeira, glutonaria, orgias coletivas e muita música”.

Contudo, lembra, essas festas pagãs foram cristianizadas pela Igreja Católica Apostólica Romana em 590 d.C. quando surgiu o “carnaval cristão” no calendário eclesiástico determinado pelo Papa Gregório I.

Foi nesse momento que ficou instituída essa festividade no período da Quaresma, os 40 dias que antecedem a Páscoa. A ideia era que as pessoas se entregassem “à austeridade e ao jejum, para lembrar os 40 dias que Jesus passou no deserto, consagrando-se”.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 12 Fev

Bloco evangélico desfila no Carnaval com samba-enredo “Cristo é o Maná”

Fiéis da igreja Bola de Neve, de Santos, vão para o Rio de Janeiro botar “o bloco na rua” durante o Carnaval carioca. Depois de 11 anos fazendo o seu desfile no litoral paulista (Santos e São Vicente), querem aproveitar a decisão da prefeitura de liberar o desfile evangélico em dos pontos mais nobres da cidade: a orla de Copacabana.

A programação do “Evangelismo de Carnaval” será na manhã da segunda-feira de Carnaval, 12 de fevereiro. Eles decidiram focar no Rio “por uma direção de Deus e do Apóstolo Rina”, informa o site oficial.

Segundo a igreja, o evangelismo corpo-a-corpo das pessoas que acabam seguindo o bloco dá resultado e, nesses 11 anos mais de 70 mil pessoas fizeram a oração aceitando Jesus.

Além do desfile, eles farão um evento na tarde do mesmo dia, com diversos cantores gospel na quadra da Acadêmicos da Rocinha, com as participações de Davi Fernandes, Dj PV, Reobote Zion, Dj Drinão e banda Brazilian Salt. O ponto alto deve ser o show da banda de reggae  Christafari, dos Estados Unidos.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 07 Fev

Seita transforma fiéis em escravos prometendo livramento da “besta”

Como nome de “Canaã – A Colheita Final” a operação da Polícia Federal deflagrada na manhã desta terça-feira (6) investiu contra a organização “Traduzindo o verbo: a verdade que marca”. Considerada uma seita, o grupo tem um forte esquema de captação de novos fiéis.

Eles são investigados desde 2011 e acusados de manter fiéis em situação análoga à escravidão. Nos últimos três anos os líderes aumentaram em três vezes o número de membros.

Hoje, 13 pessoas foram presas, em várias cidades do interior de Minas e na capital de São Paulo. Entre as nove pessoas foragidas está um homem conhecido como “Pastor Cícero”. Considerado o líder do esquema, ele já havia sido preso em 2015.

A polícia interditou 17 estabelecimentos, incluindo restaurantes. O delegado Alexander Castro de Oliveira explicou que os funcionários dos estabelecimentos comerciais interditados eram fiéis que não recebiam pagamento em dinheiro. Em Poços de Caldas, a gerente do local foi presa, acusada de ser a responsável pela seita na cidade.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 23 Jan

Trump manifesta-se contra o aborto: “Toda criança é um presente preciso de Deus”

Donald Trump completa um ano na presidência  dos Estados Unidos esta semana. Embora a mídia enfoque apenas nas declarações consideradas “impróprias”, ele fez um discurso histórico nesta sábado (19).

A Marcha ocorre anualmente em Washington. Ontem, enquanto os ativistas pró-vida participavam da 45ª edição do evento, a poucas quadras da Casa Branca, o republicano enviou um recado a eles, onde lembrou que um de seus atos mais recentes foi modificar a lei para garantir a liberdade religiosa e de consciência aos trabalhadores de serviços de saúde do país. Na contramão do que propunha Obama, médicos e enfermeiros cristãos que se opõem ao aborto, por exemplo, podem alegar isso para não participar da interrupção de gravidez, que ainda é legal nos EUA.

É a primeira vez que um presidente em exercício fala da Casa Branca com os participantes da Marcha pela Vida, o maior movimento anti-aborto dos EUA. Trump deu declarações fortes, lamentando que os Estados Unidos estejam entre os  países  que ainda permitem abortos voluntários depois de 20 semanas de gravidez.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 09 Jan

Defensoria Pública pede punição a Ratinho por “declarações homofóbicas”

Mais um ataque à liberdade de expressão em nosso país. Apesar de ter usado termos que podem ser considerados chulos para falar sobre a programação da Globo, o apresentador Ratinho, do SBT, estava exercendo seu direito à opinião quando gravou um vídeo sobre o assunto no dia 3.

Após a grande repercussão, sobretudo da grande mídia, Ratinho passou a ser tachado de “homofóbico”. Sua opção foi fazer uma retração na internet, dizendo que “não quis ofender nenhum gay”, que “fez uma brincadeira” e que “lamentavelmente algumas pessoas não entenderam assim”.

Mesmo assim, a Defensoria Pública de SP entrou com uma representação na quinta (4) contra o apresentador. O defensor público Rodrigo Leal da Silva, que fez a representação, disse: “O fato de ele ter se retratado não exclui o caráter homofóbico da fala”. Contudo, ele não explicou como isso poderia se caracterizar como tal, uma vez que Ratinho não defende a agressão nem faz ofensas aos homossexuais como um todo.

O seu pedido é que a Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado abra um processo contra ele. O argumento é que o termo “viado” foi utilizado pejorativamente e recomenda que a secretaria o autue por “discriminação homofóbica”, o que pode lhe render uma multa.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 08 Jan

“Em 2017, os judeus ganharam a batalha pelo Monte do Templo”, comemoram ativistas

No ano passado, um número recorde de judeus subiu ao local mais sagrado de sua fé, o Monte do Templo. Para alguns dos ativistas pela construção de um Terceiro Templo, isso é até mais significativo que a vitória de Israel na Guerra de 1967, quando unificaram Jerusalém, retomando a porção Oriental das mãos da Jordânia.

Para esses judeus, o próximo passo seria a retomada da oração no Monte do Templo, algo que deve ser decidido dentro de algumas semanas, quando será comunicado o resultado de um processo judicial. Atualmente é proibida toda manifestação religiosa não muçulmana.

Yera’eh, uma organização que promove a subida ao Monte Moriá – ou Monte do Templo, como é mais conhecido – afirma que, em 2017, 25.628 judeus estiveram ali. Isso é quase 60% a mais que os 14.626 que subiram em 2016. Em 2014 e 2015, o número não passou de 11.000 a cada ano. Em 2009, quando a contagem foi feita pela primeira vez, apenas 5.658 judeus visitaram o alto do Monte.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 28 Dez

Artista “crucifica” Papai Noel em frente à Igreja para protestar contra “Natal comercial”

Um artista cristão envolveu-se em polêmica ao exibir um quadro de um Papai Noel crucificado em frente à maior catedral católica de Nova York no final de semana.

Robert Cenedella, de 77 anos, foi para a frente da Catedral de São Patrício, na Quinta Avenida, onde centenas de pessoas foram para assistir as missas natalinas. Alguns dos fiéis ficaram irritados e não gostaram da atitude.

“Este é o momento do ano em que eu conseguiria chamar mais a atenção das pessoas, esperando que elas entendam a mensagem: Coloque Cristo de volta ao Natal”, explica Cenedella, que é professor na escola de arte Students League. “A cada ano, o Natal tem menos a ver com a religião, acaba sendo apenas uma festa comercial”.

Enquanto alguns paravam para tirar fotos junto ao quadro, a maioria dizia estar bem consciente de que o objetivo do Natal é lembrar o nascimento de Jesus Cristo.

“Todo mundo sabe que o Natal está comercial demais”, disse Cassie Brauer, 39, de Illinois. “Não precisamos de uma pintura feia dessas para nos dizer isso”.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 25 Dez

Papa compara José, Maria e Jesus com muçulmanos em homilia de Natal

Seguindo a tradição, o Papa Francisco fez dois discursos públicos em celebração ao Natal. O primeiro, na noite do dia 24, foi durante a chamada “missa do Galo”.

Nela, chama a atenção a comparação da família de Jesus com a situação dos migrantes muçulmanos que invadiram a Europa nos últimos anos. O pontífice lembrou a situação deles com a seguinte comparação: “Nos passos de José e Maria, vemos hoje as pegadas de famílias inteiras que são obrigadas a partir, milhões de pessoas que não escolhem partir, mas são obrigadas a separar-se dos seus entes queridos, são expulsas da sua terra”.

Disse ainda, lembrando o anúncio dos anjos aos pastores sobre a chegada do Messias, “Eis a alegria que somos convidados a partilhar, celebrar e anunciar nesta noite. A alegria com que Deus, na sua infinita misericórdia, nos abraçou a nós, pagãos, pecadores e estrangeiros, e nos impele a fazer o mesmo”.

Na manhã desta segunda-feira (25), Francisco fez, na varanda central da Basílica de São Pedro, a homilia do “Urbi et Orbi” [Cidade e Mundo], onde deixou seus votos natalícios à cidade de Roma e ao mundo.

Novamente, colocou a questão dos migrantes no centro, colocando Jesus no lugar de todas as crianças que sofrem nos conflitos do Oriente Médio. Ele também defendeu a divisão de Israel com a Autoridade Palestina, na “solução dos dois Estados”, o que sabidamente significa entregar a porção Oriental de Jerusalém – e o monte do Templo – ao controle dos líderes islâmicos.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 25 Dez

Feminista seminua tenta roubar imagem de Jesus de berço no Vaticano

Uma ativista do grupo feminista Femen tentou arrancar a imagem do menino Jesus do presépio montado na Praça São Pedro, no Vaticano, hoje (25). Sem nada cobrindo o corpo da cintura para cima, ela invadiu o cenário de Natividade gritando “Deus é mulher”. Ela tinha essa mesma frase pintada em suas costas.

Acabou sendo impedida pela polícia quando já estava com  a estátua em mãos.  Segundo o Femen, tratava-se de um ato defendendo “o direito das mulheres ao próprio corpo”. As feministas ligadas ao grupo já fizeram diversos protestos contra a defesa da Santa Sé da proibição do aborto e da contracepção.

Em nota publicada em sua página oficial, as feministas acusam a religião cristão se ser “um forte ataque medieval à liberdade das mulheres e a seus direitos naturais”, insistindo que “Uma criança não vem de um deus, mas de uma mulher”.

A mulher que foi detida pela polícia é a ucraniana Alisa Vinogradova. Seu objetivo, segundo o Femen é “completar a vitória sobre o patriarcado”. Havia cerca de 50 mil pessoas na praça onde cerca de duas horas mais tarde o papa Francisco entregara sua tradicional mensagem de Natal, “Urbi et Orbi“.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 22 Dez

Evangelista é preso ao pregar em frente a show de drag queens

Um evangelista foi preso nesta quarta-feira (21) enquanto estava pregando em frente a um evento chamado “A Drag Queen Christmas: The Naughty Tour”.  Alguns LGBTs que estavam no local não gostaram das palavras de Ryan Denton, do ministério Christ in the Wild.

Ele estava falando sobre o evangelho na calçada ao lado do Plaza Theatre, em El Paso, no Texas, antes do evento começar. Denton disse à Christian News Network que geralmente prega sobre arrependimento e fé em Cristo, e embora tenha falado sobre homossexualidade algumas vezes, esse não era o foco de sua mensagem.

“Um evento de drags, como qualquer outro, é um lugar onde os perdidos se reúnem e, portanto, precisam de uma testemunha do evangelho”, disse ele. “Cristo veio procurar e salvar os que estão perdidos. Ele veio para os injustos, não os justos. O grande médico das almas veio para os doentes e espiritualmente mortos. É por isso que o evangelho deve ir além das paredes da igreja”.

No entanto, alguns dos que ouviram as palavras de Denton ficaram irritados e chamaram a polícia. Entre os que vieram para prendê-lo estava o oficial Jared Lamb, que mandou o evangelista parar de pregar.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 21 Dez

Com voto do Brasil, ONU aprova resolução para “anular” decisão dos EUA sobre Jerusalém

A Assembleia Geral das Nações Unidas reuniu-se nesta quinta-feira (21) para uma sessão de emergência para debater o reconhecimento de Jerusalém como a capital de Israel. Anunciado pelo presidente Donald Trump no dia 6, a decisão vem sendo criticada por vários países, sobretudo os islâmicos.

Com aprovação de uma esmagadora maioria (128 a favor, e 9 contrários) declara o reconhecimento de Jerusalém como capital “nula e sem efeito”. Além dos Estados Unidos e Israel, os contrários foram Honduras, Guatemala, Palau, Ilhas Marshall, Micronésia, Togo e Nauru.  Ao mesmo tempo, 35 países optaram por abster-se.

A Assembleia foi aberta pelo embaixador do Iêmen na ONU, que apresentou a resolução da ONU, afirmando que todos os “países amantes da paz” deveriam votar a favor. Khaled Hussein Mohamed Alyemany chamou a atitude de Trump de “uma flagrante violação dos direitos do povo palestino, das nações árabes e de todos os muçulmanos e cristãos do mundo”.  Segundo ele, manter o reconhecimento de Jerusalém “ameaça a paz no mundo, prejudica qualquer chance de paz no Oriente Médio e só serve para incentivar a violência e o extremismo”.

Em seguida, a embaixador dos EUA, Nikki Haley, respondeu a Alyemany e à resolução, lembrando os 193 estados membros da ONU que irá realizar cortes de financiamento das nações que votaram contra. Deixou claro que “nenhum voto nas Nações Unidas fará qualquer diferença” pois a decisão dos EUA de transferir sua embaixada para Jerusalém seguirá em frente, pois “é a coisa certa”. Ressaltou que Assembleia Geral não pode impedi-los de “exercer nosso direito como uma nação soberana”.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 21 Dez

Trump ameaça cortar ajuda de quem votar contra Israel na ONU

O presidente, Donald Trump, mandou um recado claro ao mundo nesta quarta-feira (20). Ele poderá cortar a ajuda dos EUA aos países que votem na ONU uma resolução condenando o reconhecimento de Jerusalém como a capital de Israel. Uma reunião de emergência foi convocada pelos países islâmicos para esta quinta, com o objetivo de tratar do assunto.

Em uma declaração feita na Casa Branca, Trump avisou: “todas estas nações tomam de nós centenas de milhões de dólares e até bilhões de dólares, e depois votam contra nós. Bem, estaremos observando estes votos. Deixa eles votarem contra nós, vamos economizar bilhões”. Isso incluiria o Brasil, que vem ficando sistematicamente contra Israel.

Os 193 países da Assembleia Geral da ONU irão reunir-se amanhã para tratar sobre Jerusalém.    O objetivo seria mostrar que os EUA e Israel estão sozinhos, mas nenhum país tem direito de veto nesta reunião.

Durante a reunião do Conselho de Segurança da ONU, na segunda-feira, Washington exerceu o seu direito de veto após os 14 outros países-membros votarem para que os EUA cancelassem o reconhecimento de Jerusalém e que qualquer decisão sobre a cidade deveria ser negociada com os palestinos.

Comente agora

Postado por: Welington Macedo / 21 Dez

Coral islâmico louva a Allah dentro de igreja evangélica na Inglaterra

A Catedral de São Paulo, o Apóstolo, é um dos templos anglicanos mais famosos do Reino Unido. Fundada no ano 604, ela foi a primeira igreja cristã daquela nação. O prédio atual foi o quinto a ser construído no local, em 1633. Ali também funciona a sede do Bispado de Londres.

Seguindo a conhecida teologia liberal adotada pelos evangélicos anglicanos, ocorreu ali na semana passada mais um culto ecumênico. Tratava-se de uma cerimônia em memória das vítimas do incêndio da Torre Grenfell, que no dia 14 de junho deste ano deixou 71 pessoas mortas. Muitas das vítimas eram imigrantes islâmicos vindos da Síria e do norte da África.

O convidado de honra do culto memorial era o príncipe Charles, que deve se tornar o novo rei da Inglaterra em breve. Ao seu lado estavam seus filhos William e Harry, todos na linha sucessória. Pela tradição, o monarca da Inglaterra é o “guardião da fé e da igreja episcopal anglicana”.

A cerimônia foi transmitida para todo o país ao vivo pela rede BBC, que mostrou o herdeiro do trono sentado na primeira fila. Estima-se que havia 1500 pessoas presentes no local, incluindo familiares dos mortos e residentes que sobreviveram ao incêndio.