Informe Gospel TV






Parceiros

Reflexão

Ainda que a minha mente e o meu corpo enfraqueçam, Deus é a minha força, Ele é tudo o que eu preciso. (Salmo 73:26)

Deus é fiel e Jesus salva!

Blog

Governador garante que primeiro é preciso melhorar gestão das Santas Casas da Bahia para que problemas sejam resolvidos

Em visita à cidade de Muritiba, o Governado da Bahia, Rui Costa, foi entrevistado pela Rádio Andaiá FM e falou sobre o Estaleiro de Paraguaçu e a situação da saúde no Estado.

Visita à Muritiba: “Inauguramos algumas obras de água e esgoto e demos novas ordens de serviços também nessa área para Muritiba e cidades vizinhas no valor total de R$ 48mi, além disso estamos fazendo questão de visitar uma escola para acompanhar os bons projetos e verificar o que falta fazer  e não está funcionando bem para que seja corrigido”, destacou.

Santa Casa de Misericórdia: As Santas Casas da Bahia que estão passando por crises, inclusive muitas delas estão com ameaças de paralisação, assim como os hospitais regionais a exemplo da unidade de Santo Antônio de Jesus, que está recorrendo a justiça para não fechar. Sobre os casos, Rui disse que há problemas na saúde em vários níveis, mas o maior deles é o sub financiamento, ou seja, no país inteiro há poucos recursos de saúde, no passado esses problemas não apareciam tanto porque havia uma população mais jovem, mas atualmente o perfil mudou e há uma população jovem cada vez mais reduzida e os idosos aumentando. “A saúde no Brasil e na Bahia tem a necessidade de mais recursos para fazer exames de alto custo e outros procedimentos, mas precisamos fazer a melhoria na gestão dos recursos da saúde.

As duas coisas tem que ser feitas juntas e isso vale também para as Santas Casas”, ressaltou. O Governador afirmou que todas essas unidades passam por problemas, então é preciso melhorar a gestão para economizar ao máximo até onde pode. O entrevistado contou que fará uma reunião com o novo secretário de saúde da Bahia, que apresentará a situação de atrasos, dentre outros e pediu ao Secretário da Fazenda que liberasse o pagamento aos servidores para que o serviço possa ser regularizado. “Verificaremos as economias que possam ser feitas, assim como a otimização da saúde”, completou.

Estaleiro do Paraguaçu:Mais de 1.000 demissões foram feitas no Estaleiro do Paraguaçu, o que preocupa a região de Santo Antônio de Jesus, onde a maioria das pessoas ficam hospedadas. A respeito dessa questão, ele ressaltou que não envolve somente a Bahia, assim como outros estados e as grandes obras onde as maiores empresas do país estão envolvidas. Segundo ele, todos os problemas serão levados à presidente Dilma Rousseff e a presidente da Petrobras para que os erros cometidos por todos os políticos ou outros, não reflita na economia do Brasil, pois quem vai sofrer são os trabalhadores que vão perder seus empregos.

Via: Voz da Bahia


Categorias

SAÚDE