Informe Gospel TV






Parceiros

Reflexão

Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia.
O Senhor dos Exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio.
Ele faz cessar as guerras até ao fim da terra; quebra o arco e corta a lança; queima os carros no fogo.
Aquietai-vos, e sabei que eu sou Deus; serei exaltado entre os gentios; serei exaltado sobre a terra.
O Senhor dos Exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio.

Salmos 46

Blog

“ONG Enaultinho Rocha” incentiva doação de medula óssea em Santo Antônio de Jesus

No último sábado (11), no Espaço Cultural Renato Machado da Praça Padre Mateus, em Santo Antônio de Jesus, aconteceu uma manifestação afim de conscientizar as pessoas sobre a importância da doação de medula óssea.  O evento foi promovido pela “ONG Enaultinho Rocha”. Na ocasião, o presidente da ONG, Enault Freitas, concedeu uma entrevista ao portal Tribuna do Recôncavo, na qual falou a respeito da campanha.

De acordo com o presidente da ONG, essa ação realizada em Santo Antônio de Jesus faz parte da campanha “Março Laranja” que foi lançada em Salvador pelo grupo “Doadores por Amor” e através da “ONG Enaultinho Rocha”, está sendo disseminada nos municípios baianos.  O objetivo da campanha é a conscientização das pessoas sobre a importância de ser um doador de medula óssea.

Segundo Enault, Março é o mês de conscientização da doação de medula óssea e ressaltou que “ainda é precário o cadastro de medula óssea no Brasil.” Portanto, ele incentiva as pessoas a serem doadoras. “Vá ao HEMOBA e faça o seu cadastro. Tem muitas pessoas que estão precisando de medula óssea para sobreviver.”

O presidente da ONG informa que para ser um doador é necessário fazer um cadastro no Registro Nacional de Medula Óssea (REDOME), em uma unidade do HEMOBA. Então, quando sua medula for compatível com algum paciente, você será convocado para fazer a doação. Para ser doador é necessário ter de 18 aos 60 anos.

Enalt Rocha perdeu o filho vítima de leucemia, desde então abraça a causa. Sua ONG apoiou o saudoso Daniel Nogueira que lutava contra uma doença grave que o venceu. “Nosso guerreiro foi abatido, mas a luta continua”, lembrou ele.

Fonte: Tribuna do Recôncavo


Categorias

SAÚDE