Informe Gospel TV






Parceiros

Reflexão

Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia.
O Senhor dos Exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio.
Ele faz cessar as guerras até ao fim da terra; quebra o arco e corta a lança; queima os carros no fogo.
Aquietai-vos, e sabei que eu sou Deus; serei exaltado entre os gentios; serei exaltado sobre a terra.
O Senhor dos Exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio.

Salmos 46

Blog

Feliciano defende Abílio Santana e critica “Bíblia gay”

Sob a apresentação “Parabéns Pr. Abílio Santana, guerreiro cristão”, o deputado-pastor Marcos Feliciano (PSC-SP) publicou um vídeo em suas mídias sociais na intenção de defender Abílio, que se pôs contra a chamada “bíblia gay”.

O caso se deu, quando Abílio gravou um vídeo afirmando que está a responder um processo por ter chamado a Bíblia Graça Sobre Graça de “bíblia gay” e por, supostamente, ter ofendido seus autores. O vídeo de Feliciano foi gravado na Câmara dos Deputados.

“Senhor presidente, senhoras e senhores deputados, eu chamo a atenção do Brasil nesse momento porque eu quero prestar uma homenagem a um grande brasileiro chamado Pr. Abílio Santana”, introduziu Feliciano.

“O senhor Abílio foi processado por um grupo que eu me nego, aqui, a dar voz e vez pra eles por simplesmente proteger a sua fé e o livro sagrado, seu presidente, que está à direita de Vossa Excelência, aí na mesa de honra, que é a Bíblia Sagrada”, argumentou.

Feliciano afirmou que o uso da Bíblia, por parte dos deputados, é permitido em legislação. “A Bíblia Sagrada que foi vilipendiada por um grupo que, ao divulgar na internet que tiveram autorização da Sociedade Bíblica do Brasil pra que o livro fosse deturpado”.

“Eu não tenho nem coragem de expor aqui [os versículos]. Eu pedi para minha equipe ir até a Sociedade Bíblica do Brasil e eles negaram veementemente o assunto. Ou seja: É mentira de que esse grupo tenha autorização pra usar a edição de João Ferreira de Almeida”, acrescentou.

“Esse grupo, além de deturpar, faz errar, escandaliza e joga no lixo 2 mil anos de história da Bíblia Sagrada. A Bíblia foi defendida por esse guerreiro, Abílio Santana, que hoje participou de uma audiência que foi intimado”, contou Feliciano.

Por fim, Marco argumenta que os responsáveis pelo processo não tiveram “coragem” de comparecer ao local e agradeceu Abílio Santana por “defender a nossa fé”. “Por não ter medo de falar a verdade, doa a quem doer”, finalizou.

Fonte: Gospel Prime


Categorias

Polêmica