Informe Gospel TV






Parceiros

Reflexão

Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia.
O Senhor dos Exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio.
Ele faz cessar as guerras até ao fim da terra; quebra o arco e corta a lança; queima os carros no fogo.
Aquietai-vos, e sabei que eu sou Deus; serei exaltado entre os gentios; serei exaltado sobre a terra.
O Senhor dos Exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio.

Salmos 46

Blog

Muçulmano mata bispo e desenha cruz com sangue na testa

Um bispo da igreja cristã copta foi esfaqueado em plena luz do dia nas ruas da capital do Egito, no Cairo, em um evento que deixou outros feridos.

Samaan Shehata, 46 anos, líder da igreja copta de Ezbet Girgis, em El Fashn, morreu pouco depois de ter chegado ao hospital. O sacerdote Beimen Moftah, que o acompanhava, foi medicado e liberado.

O ataque à faca ocorreu no bairro de El Salam, conforme relatado pelo jornal ‘Al Ahram’. As imagens de câmaras de segurança deixam claro que foi algo premeditado. O assassino foi identificado: trata-se de Ahmed Saeed Ibrahim, um islâmico radical, que acabou detido pelas autoridades.

O vídeo, que mostra o momento em que o bispo recebe a primeira facada, deixa claro que o assassino perseguiu o bispo pelas ruas. Foram vários golpes de faca, nas costas e depois no pescoço. Uma das testemunhas relata que o assassino usou o próprio sangue de Shehata para desenhar uma cruz na testa do morto.

Segundo o Ministério do Interior do Egito, Ahmed tem 19 anos e no início deste ano foi acusado de agredir o próprio pai e incendiar sua casa. Vizinhos relatam que ele costumava ameaçar publicamente os cristãos, a quem chama de “infiéis”, tendo desafiado vários deles para briga.

Embora as autoridades egípcias tenham anunciado a abertura de uma investigação para descobrir a motivação do crime, os cristãos coptas denunciam como mais um caso de intolerância. O jornal noticiou que o assassino pertencia a um grupo jihadistas local e em seu bolso havia um bilhete com os dizeres: “A missão foi completada com sucesso”.

No último ano, a minoria copta vem sofrendo com o aumento dos ataques de grupos extremistas, incluindo os jihadistas do Estado islâmico, que reivindicou a responsabilidade por vários ataques contra esta comunidade, ameaçando exterminá-la.

O bispo Samaan Shehata vinha lutando há anos, sem sucesso, para conseguir uma permissão e construir uma igreja para os cristãos em El Fashn, que se reúnem semanalmente em uma sala comercial alugada. Existe um movimento de muçulmanos da região para que a prefeitura impedisse a construção de um templo cristão ali.

Star News


Categorias

Violência