Informe Gospel TV



As Mais Vistas



Parceiros

Reflexão

Ainda que a minha mente e o meu corpo enfraqueçam, Deus é a minha força, Ele é tudo o que eu preciso. (Salmo 73:26)

Deus é fiel e Jesus salva!

Blog

Ativista lésbica abandona homossexualidade após ser salva por Cristo

Uma proeminente ativista LGBT de Uganda renunciou seu antigo estilo de vida lésbico e agora afirma que a homossexualidade é um pecado. Val Kalende, que saiu de Uganda e recebeu asilo no Canadá em 2015, depois que seu país aprovou a lei anti-homossexualidade, recentemente declarou no "Sunday Service Live", da Salt TV, que ela não é mais lésbica e vai se casar em breve.

Anteriormente, Kalande trabalhou como repórter para o jornal diário Uganda Monitor antes de deixar o trabalho para se concentrar no ativismo LGBT, em 2007. Ela se envolveu ativamente em um grupo chamado “Minorias Sexuais de Uganda” e viajou para os EUA para visitar vários grupos LGBTs durante a presidência de Barack Obama. Ela também falou em conferências internacionais.

Mas agora, ela diz, ela foi salva. "Aconteceu cerca de um ano atrás, é que tomei medidas muito cautelosas. Na época em que fui a público, estava pronta", disse Kalende a seu ex-empregador. "Eu queria ter tempo para fazer um importante trabalho em mim antes de fazer uma confissão pública", pontuou.

Em sua confissão televisionada, Kalende explicou que ela vem de uma família cristã em Kyebando e "se juntou ao lesbianismo" depois de estudar na Universidade Makerere. "Eu nasci de pais cristãos. Todos cortaram seus laços comigo. Eu me tornei órfã", disse Kalande, segundo o The Daily Monitor.

Rebeldia

Kalende disse que ela foi atraída por satanás. "Eu me tornei rebelde. Sempre nos perguntamos por que o mundo nos obrigou a nos tornar meninas que não amam homens", ela disse. "Fomos até detidas em uma conferência e presas. Fomos detidas na Delegacia Central e levadas ao tribunal".

"Agora, eu não tenho paz de espírito. Eu às vezes desmorono e choro me perguntando por que estou assim", acrescentou. "Agora estou de volta em casa, fui salva". Kalende também postou sobre a transformação em sua página no Facebook no início deste mês, fazendo a pergunta "o que deu errado?".

"Como é possível que essa garota educada na igreja, ensinada no caminho de Deus pudesse se distanciar muito da forma como ela foi educada? Eu lutei com essa questão por muitos anos. Eu não tinha respostas. Minha rebelião me separou de Deus", escreveu ela.

"Muitas vezes eu leio minha Bíblia e vejo o que as Escrituras diz sobre homossexualidade e casamento. Mas meu coração ficou endurecido. Em vez disso, fiz a Deus perguntas como: Se você quer que eu não tenha relações sexuais fora do casamento e que o casamento seja entre um homem e uma mulher, por que então eu tenho atrações do mesmo sexo?".

Kalende afirmou que agora ela entende que deveria ter tido uma "abordagem" diferente em sua conversa com Deus. "Minha abordagem deveria ter sido: Senhor, eu não tenho respostas, mas confio e acredito na sua Palavra", continuou ela. "Sua intenção não é me prejudicar ou me impedir de aproveitar a vida. Sua intenção é preservar-me. Ajude-me a obedecer ao seu propósito. vida".

Fonte: Mundo Cristã


Categorias

MISSÕES