Informe Gospel TV






Parceiros

Reflexão

Ainda que a minha mente e o meu corpo enfraqueçam, Deus é a minha força, Ele é tudo o que eu preciso. (Salmo 73:26)

Deus é fiel e Jesus salva!

Blog

Haddad é condenado a pagar quase R$ 80 mil por ofender Edir Macedo

Fernando Haddad (PT), ex-prefeito de São Paulo, foi condenado pelo juiz Marco Antonio Botto Muscari, da 6ª Vara Cível da capital, a pagar R$ 79.182 por ofensa ao bispo Edir Macedo, líder da Igreja Universal do Reino de Deus.

Durante as campanhas eleitorais, o petista disse que Macedo era um “charlatão fundamentalista” e ainda afirmou que o apoio dado à candidatura de Jair Bolsonaro teria sido por “fome de dinheiro”.

Na época, enfatizou dizendo: “Sabe o que está por trás dessa aliança? Chama em latim auri sacra fames. Só pensam em dinheiro”. Isso aconteceu em outubro, em novembro o candidato derrotado foi obrigado a apagar as postagens relativas ao assunto em suas redes sociais.

De acordo com o portal R7, Haddad já havia sido processado pelo crime de intolerância religiosa e em queixa-crime por calúnia, injúria e difamação por seus ataques aos cristãos, à Universal e ao Bispo Macedo.

O juiz chegou a dizer: “Será que um bacharel, mestre e doutor pela USP, ex-prefeito da maior cidade do país e que chega ao 2º turno da eleição presidencial, imagina que chamar líder religioso de charlatão e faminto por dinheiro não é conduta capaz de ofender o patrimônio ideal do conhecido bispo?”.

O preconceito de Haddad mobilizou as lideranças religiosas de diferentes denominações, que repudiaram o atentado do ex-prefeito de São Paulo à fé cristã, e assinaram uma carta de apoio à Universal.

Fonte: Gospel Prime


Categorias

Polêmica