Informe Gospel TV






Parceiros

Reflexão

Ainda que a minha mente e o meu corpo enfraqueçam, Deus é a minha força, Ele é tudo o que eu preciso. (Salmo 73:26)

Deus é fiel e Jesus salva!

Blog

Judeus de vários países vão até Hebrom celebrar a vida de Sara

Nos dias 22 e 23 de novembro cerca de 30 mil judeus israelenses, americanos, britânicos e franceses lotaram Hebrom e a cidade vizinha de Kiryat Arba para comemorar a leitura da Torá de ‘Chayei Sarah’, que detalha como Abraão, o Patriarca, comprou uma caverna dupla para enterrar sua esposa Sara (Gênesis 23). 

A Caverna dos Patriarcas é chamada Ma’arat ha-Machpela na Bíblia Hebraica ou [Macpela na versão em Português]. Para os muçulmanos, que reverenciam Abraão como profeta e pai de Ismael, é al-Masjid al-Ibrahimi (a Mesquita de Abraão). O complexo compartilhado é uma fonte de tensões políticas e religiosas, tornando este feriado um cruzamento entre um farbrengen hassídico (Woodstock), ação de graças e uma operação em larga escala das forças de defesa e da polícia de Israel.

Os turistas que chegaram para a celebração não tiveram onde se hospedar, uma vez que a cidade não possui hotéis e, com mais de 200 mil habitantes, apenas 800 são israelenses, sendo a maior cidade palestina da Cisjordânia.

As milhares de pessoas tiveram que acampar em tendas armadas no chão de quintais de casas particulares e instituições públicas. Refeições gratuitas foram fornecidas por vários doadores anônimos que fizeram questão de participar do momento.

Segundo o Religion Unplugged, entidades como o Fundo Hebrom, Chabad Hebrom, Mulheres de Verde e várias outras ONGs – ofereceram aos turistas passeios a pé e palestras em inglês e hebraico.

“Hebrom é para amantes”, disse Yishai Fleisher, porta-voz do Fundo Hebrom, referindo-se ao romance entre Abraão e Sara, e à decisão de Abraão de enterrar sua amada esposa no local. Segundo a tradição antiga, marca a entrada selada no Jardim do Éden. Fleisher disse que o Ma’arat ha-Machpela apresenta “o mistério de Stonehenge, a beleza do Taj Mahal e [tem] um valor para a humanidade que é inigualável”.

Fonte: Gospel Prime


Categorias

Curiosidades